Home Editora Livros Notícias Onomástica Distribuidores

Lançamentos

Antropologia
Ciências
Ciências sociais
Cinema e teatro
Comunicação
Dança
Direito
Educação
Filosofia
Geografia
História
Infantis e juvenis
Literatura

Música
Pedagogia
Política
Urbanismo

Editora Circuito

Todos
Lista de preços

 

 
Rio a Oeste: modos de habitar e fazer a cidade

Fábio Alves de Araújo.(org.)
Frank Andrew Davies
.(org.)
.
.
.

Lamparina
ISBN 978 65 88791 14 1Cód. barras 9786588791141
Colado17.2×24cm312p.580g2022..
R$ 98.00

No Rio de Janeiro, onde o centro urbano se localiza no extremo leste do município, a porção oeste tem sido representada como alteridade da cidade há séculos; contudo, a expansão para a região, a partir do século XX, repercutiu nas representações sobre uma área que, em termos oficiais, corresponde sozinha a quase metade do território carioca. Conciliando diferentes formas de habitar e fazer a cidade, a Zona Oeste tem mobilizado imaginários diversos a respeito dos seus habitantes e territórios. Além disso, lógicas heterogêneas de ordenamento territorial têm operado sobre a região, desafiando análises que insistem em simplificar a realidade no acionamento da categoria.

Para tentar compreender esse Rio a Oeste, reunimos nesta coletânea 14 textos que resultam de experiências pessoais, ações políticas e pesquisas no campo das Ciências Sociais; e que, em comum, tomaram a região como universo empírico e perspectiva analítica para se pensar a produção da cidade – contribuindo para a ampliação do olhar sobre o urbano no esforço de devolver a complexidade cultural, política e socioeconômica desse espaço urbano desvalorizado pelo pensamento dominante. Tal empreitada implica a recusa da seletividade espacial que hierarquiza lugares, apaga suas singularidades, além de estigmatizar a sociabilidade de grandes segmentos da classe trabalhadora.

 
  Sumário

Por invenções da Zona Oeste carioca
Fábio Araújo e Frank Andrew Davies

Breves notas de uma pesquisadora vinda da Zona Oeste
Suellen Guariento

Modos de habitar o Rio a Oeste

Os sentidos do habitar: uma etnografia sobre as relações políticas no entorno da casa na baixada de Jacarepaguá
Samantha Gifalli

O “loteamento proletário”: uma arqueologia urbana da Zona Oeste carioca
Thomas Jacques Cortado

Habitar a cidade nas margens: viver em condomínios populares do programa Minha Casa, Minha Vida na Zona Oeste do Rio de Janeiro
Edson Miagusko e Martha Cavalcante Rodrigues

No Rio olímpico: zonas Norte e Oeste como retaguardas territoriais na gestão da população em situação de rua
Raquel Carriconde

Promessas, expulsões, esperas e materialidades: políticas e poéticas na produção de uma territorialidade urbana
Fábio Araújo

Migrações, moradia e trabalho: um survey da “Barra Olímpica” 
Mariana Cavalcanti, Marcella Araujo e Jimmy Medeiros

O espaço como actante: a heterogeneidade territorial da favela do Jardim Batan e arredores
Ariley Dias

Modos de fazer o Rio a Oeste

De Deodoro a Realengo: militares na produção da Zona Oeste do Rio de Janeiro
Frank Andrew Davies

A sociabilidade militante na Zona Oeste do Rio de Janeiro
Simone da Silva Ribeiro Gomes

Entre usinas e quinais: a vigilância popular em saúde e sua contranarrativa frente à Ternium Brasil
Coletivo Martha Trindade e Instituto Pacs

Textos e contextos de produção da paisagem do Sertão Carioca
Annelise Caetano Fraga Fernandez, Silvia Regina Nunes Baptista, Layla Priscila Souza Miranda e Marcia Cristina de Oliveira Dias

Na encruzilhada do Exu policial: religião, milícia e regimes de proteção na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro
Ana Paula de Souza Campos

Terras quentes revisitadas: a renovação urbana de Bangu e as criações dos novos bairros Gericinó e Vila Kennedy
João Felipe Pereira Brito