Home Editora Livros Notícias Onomástica Distribuidores

Lançamentos

Antropologia
Ciências
Ciências sociais
Cinema e teatro
Comunicação
Dança
Direito
Educação
Filosofia
Geografia
História
Infantis e juvenis
Literatura

Música
Pedagogia
Política
Urbanismo

Editora Circuito

Todos
Lista de preços

 

 
A cidade do capital

Henri Lefebvre.
.
.
.
.

Lamparina
ISBN 978 65 88791 04 2Cód. barras 9786588791042
Colado14×21cm120p.250g20212 ed...
R$ 62.00

A cidade, ou mais precisamente o urbano, é um tema essencialmente contemporâneo, próprio do século XX e um desafio para o século XXI. A cidade moderna, centro e instrumento do neocapitalismo, torna-se cada vez mais monstruosa.

Em A cidade do capital, traduzido do original La pensée marxiste et la ville, Henri Lefebvre faz uma análise profunda dos escritos de Marx e Engels relativos ao problema da aglomeração urbana. O autor oferece um instrumental heurístico importante para as análises dos mecanismos de democratização da cidade, ao apresentar uma densidade teórica incomparável nos estudos urbanos.

Trata-se de uma leitura, ou releitura, temática sobre a cidade, e consequentemente sobre a problemática urbana. Perpassa a obra marxiana, extraindo as concepções para pensar a cidade, dando ênfase às categorias e relações de produção. Trabalha a propriedade do solo e da renda fundiária no quadro urbano, focalizando a formação, realização e distribuição da mais-valia.

De que forma a busca incessante pelo acúmulo de capital determina a configuração geográfica do centro urbano? Como ele se relaciona com a zona rural? O que pode ser melhorado, ou modificado, de forma a elevar o padrão de vida dos habitantes das grandes cidades? Há alguma saída? Qualquer sociedade traz no bojo sua utopia. No entanto, sabemos agora que, para encontrar a solução, não basta um simples planejamento das forças produtivas.

 
  Sumário

Prefácio

A situação da classe operária na Inglaterra

A cidade e a divisão do trabalho

A crítica da economia política

Engels e a utopia

O capital e a propriedade da terra

Conclusões gerais