Home Editora Livros Notícias Onomástica Distribuidores
 
  Richard Rorty
Professor na Universidade da Virginia (EUA). É autor de Contra os chefes, contra as oligarquias (2001) e Para realizar a América (1999) e coautor, com Paulo Ghiraldelli Jr., de Ensaios pragmatistas (2006), todos pela DP&A.
 
 

 

 
Para realizar a América

Richard Rorty.
.
.
.
.
Richard Rorty descreve os caminhos da esquerda e da direita nos Estados Unidos da América, revendo esses conceitos na vida política de hoje. Ele defende a ideia de que a verdade inflacionada não mais se sustentaria teoricamente — continuar com ela acarretaria, tão somente, a descrença na palavra “verdade”. Sem metanarrativas tomadas como projetos bem delineados, não se perderá o futuro; pelo contrário, voltar-se-á a sonhar, e cada vez mais, pois o que impedia de fazê-lo eram justamente os “sonhos” delineados. As utopias bem postas no papel e bem comentadas em livros de teoria social não se sustentaram diante da prática, que mostrou que as utopias, à direita e à esquerda, levaram ao sofrimento.

 
 

 

 
Ensaios pragmatistas: sobre subjetividade e verdade

Paulo Ghiraldelli Jr..
Richard Rorty.
.
.
.
Situa para o público brasileiro os temas do pragmatismo atual, que tem se esforçado para absorver a filosofia analítica, sem reduzir-se a ela, e discutir a filosofia social e política, sem sucumbir ao doutrinarismo. As questões abordadas são a verdade e a subjetividade. A ideia dos autores é fornecer uma filosofia capaz de discutir problemas técnicos em filosofia, mas também agir como filosofia que não se furta a sugerir saídas para problemas da vida comum — quer servir como teoria ad hoc para aqueles que desejam uma guerra semântica em favor de novos vocabulários aptos a apontar para a defesa de direitos adquiridos e para a criação de direitos geradores uma sociedade mais livre, mais rica, mais diversificada.

 
 

 

 
Contra os chefes, contra as oligarquias

Richard Rorty.(entrevista a Derek Nystrom e Kent Puckett)
.
.
.
.
Entrevista, sobre filosofia política, concedida por Richard Rorty aos professores Derek Nystrom e Kent Puckett. Em cada fala emerge uma ideia contraintuitiva, uma interpretação surpreendente, uma releitura de eventos, personagens e situações que pareciam já devidamente explicados. Rorty encara as ideias e as posições partidárias não pelo ângulo ideológico, mas pelo impacto que tiveram na construção da nação norte-americana. Ele traça vínculos entre história e biografias, entre Estado e facções políticas, entre passado e futuro. A entrevista é precedida por um prefácio de Paulo Ghiraldelli Jr. e Alberto Tosi Rodrigues, responsáveis pela organização e pelas notas da edição.