Home Editora Livros Notícias Onomástica Distribuidores
 
  Regina Leite Garcia
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós-doutorado pela University of London (Inglaterra) e pela University of Wisconsin (Estados Unidos). É professora permanente especial do Programa de Pós-Graduação (mestrado e doutorado) da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). É coorganizadora, com Antonio Flavio Barbosa Moreira e José Augusto Pacheco, de Currículo (2004) e coautora, em meio a outros onze autores, de Ensinar e aprender (2001), ambos pela DP&A.
 
 

 

 
Para além da lógica do mercado: compreendendo e opondo-se ao neoliberalismo

Michael W. Apple.
.
.
.
.
Retoma as preocupações e os compromissos do autor com a luta por uma escola de qualidade para todos, sintonizada com a busca de uma sociedade mais democrática e solidária, capaz de participar de uma globalização por baixo, em oposição à globalização por cima, cujos resultados desastrosos penalizam a classe trabalhadora e quem se insurge contra a subalternização da qual é vítima. Michael Apple, professor titular da cátedra John Bascom de currículo e instrução e de estudos de política educacional na Universidade de Wisconsin (Madison, eua), denuncia como tem ocorrido o processo de imposição/expansão do projeto neoliberal que assola o mundo e como ele se manifesta no cotidiano das escolas.

 
 

 

 
Movimento: revista da Faculdade de Educação da UFF – n. 3

Vários autores.
.
.
.
.
Periódico de linha editorial pautada pela ênfase na pluralidade de ideias, teorias e propostas, dentro dos marcos da democracia e do respeito à liberdade de pensamento. Tem como compromisso construir um sistema de ensino público, gratuito, laico e de qualidade no Brasil e valorizar, mediante participação ativa no universo acadêmico e social, a dignidade profissional do conjunto dos trabalhadores da educação no país. Entre as seções temáticas, destacam-se artigos, resenhas, notas de pesquisa e de leitura. Estes três números têm os seguintes temas: juventude, educação e sociedade (n. 1); profissão docente: teoria e prática (n. 2); prática pedagógica: prática dialógica (n. 3).

 
 

 

 
Movimento: revista da Faculdade de Educação da UFF – n. 2

Vários autores.
.
.
.
.
Periódico de linha editorial pautada pela ênfase na pluralidade de ideias, teorias e propostas, dentro dos marcos da democracia e do respeito à liberdade de pensamento. Tem como compromisso construir um sistema de ensino público, gratuito, laico e de qualidade no Brasil e valorizar, mediante participação ativa no universo acadêmico e social, a dignidade profissional do conjunto dos trabalhadores da educação no país. Entre as seções temáticas, destacam-se artigos, resenhas, notas de pesquisa e de leitura. Estes três números têm os seguintes temas: juventude, educação e sociedade (n. 1); profissão docente: teoria e prática (n. 2); prática pedagógica: prática dialógica (n. 3).

 
 

 

 
Futebol: paixão e política

Paulo Cesar Rodrigues Carrano.(org.)
.
.
.
.
Perceber a onipresença do futebol na escola, sobretudo em momentos de grande mobilização popular como Copas do Mundo, não passa de obviedade. Mas qual sua importância para a educação? Como a escola pode absorvê-lo num sentido didático e amplamente educativo? São questões que norteiam este livro, no qual pensadores e especialistas, como Eduardo Galeano, Salman Rushdie e Juca Kfouri, tentam captar o esporte nacional em época de globalização. A inclusão dessa temática na coleção “O sentido da escola” se dá, fundamentalmente, pela percepção das emoções provocadas nos espaços e tempos cotidianos escolares, que tantas vezes se alteram com os sentidos que são disputados em outros campos, oficiais ou não.

 
 

 

 
Ensinar e aprender: sujeitos, saberes e pesquisa

Vários autores.
.
.
.
.
Sob os efeitos da globalização, nos planos político e econômico as relações sociais tornam-se cada vez mais transnacionais. Na perspectiva cultural, pessoas e grupos distintos passam a confrontar suas diferenças e idiossincrasias numa interação direta. Surge, pois, a necessidade de consolidar a defesa das identidades e de investigar a questão do sujeito, um dos assuntos tratados aqui. Este livro integra um conjunto de quatro volumes contendo os textos dos simpósios e mesas-redondas apresentados no X Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (Endipe), realizado na uerj, cujo tema central foi “ensinar e aprender: sujeitos, saberes, espaços e tempos”.

 
 

 

 
Currículo: pensar, sentir e diferir

José Augusto Pacheco.(org.)
Regina Leite Garcia.(org.)
.
.
.
Decorrente do II Colóquio Luso-Brasileiro, este livro promove o debate do currículo no cenário contemporâneo. No plano das políticas educacionais, as propostas curriculares hodiernas têm sido afetadas pela ideologia neoliberal, com base na qual se procura garantir efetividade, eficiência e produtividade aos processos pedagógicos. Por outro lado, são numerosas as propostas que se organizam em diversos municípios, calcadas em visões alternativas de sociedade, escola e currículo. Pensar, sentir, diferir — três verbos que sintetizam as preocupações presentes durante a já longa história do pensamento curricular e que reúnem pesquisadores do Brasil e de Portugal para traçar um desenho do que ainda está por vir.

 
 

 

 
Cotidiano e diferentes saberes

Edwiges Zaccur.(org.)
Regina Leite Garcia.(org.)
.
.
.
As falas dos autores ajudam a entender a riqueza da diversidade e dos saberes (in)visibilizados no dia a dia. Para se aproximar de seus enigmas e captar sutilezas de seus movimentos, há de se aguçar a sensibilidade, praticando a descoberta e a revelação. Na lógica da pesquisa que espreita o cotidiano, autores brasileiros e estrangeiros disseminam e alimentam um instigante diálogo que precisa continuar. Importa pouco que se concorde ou discorde, mas sim que cada pessoa se sinta à vontade para entrar nessa conversação. Importa que as significações não se transformem em enunciados cristalizados, mas que suscitem novas enunciações que se insinuem nos espaços em branco.