Home Editora Livros Notícias Onomástica Distribuidores
 
  Gerardo Silva
Geógrafo, mestre em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPUR-UFRJ) e doutor em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ). É coorganizador, com Giuseppe Cocco, de Cidades e portos, (1999) e Territórios produtivos: oportunidades e desafios para o desenvolvimento local (2006), ambos pela DP&A.
 
 

 

 
Territórios produtivos: oportunidades e desafios para o desenvolvimento local

Gerardo Silva.(org.)
Giuseppe Cocco .(org.)
.
.
.
A experiência da Terceira Itália revela a existência de condições e oportunidades que permitem apostar em redes de pequenas e microempresas. Este livro centra-se nas preocupações mais atuais da problemática dos distritos industriais, apontando para inflexões necessárias nas contribuições já elaboradas. O planejamento centralizado e tecnocrático deixou de ser, há muito tempo, eficiente como política pública de desenvolvimento, e não apenas no Brasil. Em contrapartida, as estratégias de desenvolvimento que valorizam a dimensão local afirmam-se cada vez mais como alternativa viável para a reconstituição dos vínculos produtivos entre agentes, comunidades e instituições do governo.

 
 

 

 
Cidades e portos: os espaços da globalização

Gerardo Silva.(org.)
Giuseppe Cocco .(org.)
.
.
.
A crise do desenvolvimentismo atualizou o debate acerca dos instrumentos de inserção do Brasil nos fluxos do comércio global. No início dos anos 1990, com a abertura da economia nacional, a questão da infraestrutura portuária passou a ser um dos eixos da modernização. Este livro reúne pesquisadores com o objetivo comum de ampliar o leque de opções para as possíveis estratégias de modernização portuária ante as necessidades da nova ordem econômica. São propostas reformulações políticas e administrativas para que portos e cidades se beneficiem das amplas possibilidades oferecidas e que saibam confrontar, equilibrar e sopesar os prós e os contras das imposições da época atual.

 
 

 

 
Capitalismo cognitivo: trabalho, redes e inovação

Alexander Patez Galvão.(org.)
Gerardo Silva.(org.)
Giuseppe Cocco .(org.)
.
.
Trata da ligação entre capital, conhecimento e tecnologia. Os novos sistemas produtivos, estruturados no formato de rede, em cuja extensão esses elementos se congregam e se sobrepõem, já prenunciam que o capitalismo avança rumo a outro estágio de sua evolução: recompõe- -se em função de uma nova disposição de forças produtivas e de meios modernos de geração de valor, embora preserve a imparidade das relações de trabalho, a má distribuição dos recursos gerados e a dissimulada exaltação a um suposto progresso que apenas agrava e torna mais eficientes métodos seculares de exploração. Os autores estudam o modo como operam esses mecanismos, cujo funcionamento remanesce, sugestivamente, pouco esclarecido.

 
 

 

 
A mobilização produtiva dos territórios: instituições e logística do desenvolvimento local

Frédéric Monié.(org.)
Gerardo Silva.(org.)
.
.
.
Congrega análises acerca das interfaces produtivas dos territórios, da logística e do desenvolvimento local. Entre outros temas, abordam-se os “projetos de aglomeração”, a cidade portuária como difusora de arranjos institucionais, comunidades portuárias na Europa setentrional e a relação entre Estados e multinacionais nos fluxos de mercado da globalização. Estudos sobre o caso brasileiro demonstram haver enorme dificuldade na implementação de políticas públicas locais e regionais inovadoras. Uma nova concepção de logística, como processo de constituição de um espaço público de circulação, é desvelada de modo a colaborar em formas mais integradas e sustentáveis de mobilização produtiva dos territórios.